Administração

A Equatorial Energia é administrada por um Conselho de Administração e por uma Diretoria. De acordo com o Contrato de Adesão ao Novo Mercado firmado com a B3, a Equatorial está sujeita a determinadas regras relativas à administração que decorrem do Regulamento do Novo Mercado e do Contrato de Adesão ao Novo Mercado.

Conselho de Administração da Equatorial Energia

O Conselho de Administração é o órgão de deliberação colegiada da Equatorial Energia, responsável pelo estabelecimento de suas políticas gerais de negócio, incluindo a estratégia de longo prazo. É responsável também, dentre outras atribuições, pela supervisão da gestão dos diretores da Companhia. As decisões do Conselho de Administração são tomadas por maioria dos votos dos membros presentes à reunião. As reuniões do Conselho de Administração são realizadas sempre que necessário, por convocação do presidente do Conselho de Administração, ou pela maioria de seus membros, podendo a convocação ser dispensada se presente a totalidade dos Conselheiros.

O Estatuto Social da Equatorial Energia estabelece um número mínimo de 3 conselheiros e máximo de 9 conselheiros. Os Conselheiros são eleitos em Assembleia Geral de acionistas por um prazo de 2 anos, permitida a reeleição, podendo ser destituídos pelos acionistas reunidos em Assembleia Geral.

Em conformidade com a Lei das Sociedades por Ações, o membro do Conselho de Administração está proibido de votar em qualquer assembleia ou de atuar em qualquer operação ou negócios nos quais este tenha um conflito de interesses com a Companhia.

Composição atual do Conselho

Eleição realizada em 30 de abril de 2019.

Firmino Ferreira Sampaio Neto Presidente do Conselho de Administração

Firmino Ferreira Sampaio Neto, Presidente do Conselho - O Sr. Sampaio foi Presidente do Conselho de Administração da Equatorial Energia de março de 2006 a abril de 2010 e Conselheiro da Cemar desde maio de 2004. Sr. Sampaio Neto foi presidente da Eletrobrás entre os anos de 1996 e 2001 e Presidente da Eletrobrás Termonuclear entre os anos de 2000 e 2001. O Sr. Sampaio Neto foi Presidente e Diretor Financeiro da COELBA por 14 anos. Membro do Conselho de Administração de Furnas, Itaipu Binacional, CHESF, Eletrosul, Gerasul, CEMIG, ENERSUL, CEMAT e LIGHT. O Sr. Sampaio Neto é graduado em Economia pela UFBA e pós-graduado em Planejamento Industrial pela SUDENE/IPEA/FGV.

Guilherme Mexias Aché Vice Presidente do Conselho de Administração

Guilherme Mexias Aché, Vice-Presidente do Conselheiro - O Sr. Aché é economista e sócio fundador da Squadra Investimentos - Gestão de Recursos Ltda., atuando como CEO e co-CIO desta empresa. Adicionalmente atua como Conselheiro do Grupo Imaginarium. O Sr. Aché foi chefe da área de análise de empresas do Banco Pactual entre 1993 e 1998, onde começou como analista em 1991. De 1998 a 2007, foi um dos sócios fundadores e diretor da JGP Gestão de Recursos, onde foi o Portfolio Manager responsável pelos investimentos em ações, tanto no Brasil como em outros mercados emergentes.

Carlos Augusto Leone Piani Conselheiro

Carlos Augusto Leone Piani, Conselheiro - O Sr. Piani é presidente da divisão canadense da Kraft Heinz Company, tendo sido diretor da Vinci Capital Gestora de Recursos Ltda. e co-responsável pela área de Private Equity. Adicionalmente, o Sr. Piani é Conselheiro da Companhia Mineira de Açúcar e Álcool Participações e da Unidas S.A. desde de julho de 2011 e membro dos Conselho de Administração da Equatorial e CEMAR desde abril de 2010 e março de 2006, respectivamente. Na Equatorial, também foi membro do Conselho de Administração entre novembro de 2008 e abril de 2010 e diretor presidente entre março de 2007 e abril de 2010. Na CEMAR, também foi Vice-Presidente Administrativo Financeiro entre maio de 2004 e março de 2006 e Diretor Presidente entre março de 2006 e abril de 2010. Antes, trabalhou durante 6 anos no Banco Pactual. Entre 2000 e 2004, coordenou a gestão de fundos de capital de risco administrados pela Área de Investimentos do Banco. Neste período, atuou como membro do conselho de administração da Proteus Soluções em Tecnologia da Informação S.A., Visionnaire S.A., Extracta Moléculas S.A., Padtec S.A., Pini S.A, Automatos International Ltd. e SpringWireless Ltd. e como conselheiro fiscal suplente da Eletropaulo Metropolitana Energia Elétrica de São Paulo S.A. (de abril de 2003 a março de 2004). Entre 1998 a 2000, trabalhou na área de Finanças Corporativas em operação voltadas para os setores de infra-estrutura. Antes do Pactual, trabalhou em 1997 na Ernst & Young como analista do Departamento de Business Valuation. O Sr. Piani é graduado em Informática pela PUC-RJ e em Administração de Empresas pelo IBMEC. Além disto, obteve o título de CFA Charterholder pelo CFA Institute em 2003 e concluiu o curso Owners and President Management (OPM) Program da Harvard Business School em 2008.

Paulo Jerônimo Bandeira de Mello Pedrosa Conselheiro Independente

Paulo Jerônimo Bandeira de Mello Pedrosa, Conselheiro - Sr. Pedrosa foi conselheiro da Equatorial Energia de março de 2006 a 2015. É parte integrante do Conselho de Competitividade do Plano Brasil Maior e dos Conselhos das Indústrias Reguladas e de Energia da Associação Comercial do Rio de Janeiro. Anteriormente participou dos Conselhos de CEMAR e Light. O Sr. Pedrosa também é Presidente Executivo da Associação Brasileira dos Grandes Consumidores Industriais de Energia e Consumidores Livres (Abrace). Atuou como professor dos cursos de MBA em Energia do IBMEC-Rio e FGV-SP, da Pós-Graduação em Direito da Energia da Universidade Cândido Mendes e de cursos da USP, Unifei e UnB. Trabalhou na Eletronorte no projeto de turbinas hidráulicas e usinas hidrelétricas e foi Presidente da Chesf e da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel), tendo atuado também como assessor da Subcomissão de Energia e da Comissão de Infra-Estrutura do Senado Federal. Durante quatro anos, o Sr. Pedrosa foi diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O Sr. Pedrosa é graduado em Engenharia Mecânica pela Universidade de Brasília (UnB), com formação técnica complementar em sistemas auxiliares de usinas hidrelétricas, turbinas hidráulicas e projetos de Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) e MBA pela FIA-USP.

Luis Henrique de Moura Gonçalves Conselheiro Independente

Luis Henrique de Moura Gonçalves, Conselheiro Independente - O Sr. Gonçalves é sócio e membro do Conselho de Administração da Gera Venture e Eleva Educação (desde 2011); Imaginarium S/A (desde 2012); e Brasil Brokers (desde 2014). O Sr. Gonçalves foi o sócio responsável por investimentos em ações da 3G Capital em Nova Iorque de 2005 a 2011. Entre 1998 e 2004 foi gestor de portfólio de ações internacionais e chefe da área de análise da JGP S.A. Foi analista de finanças corporativas e gestor de ações brasileiras no Banco Pactual, entre 1994 e 1998, e trainee internacional e analista de finanças corporativas no Citibank NA, de 1990 a 1994. O Sr. Gonçalves é formado em administração de empresas pela PUC-Rio, possui especialização em Finanças Corporativas pelo IBMEC e em Fusões e Aquisições pela Wharton School of Business.

Marcos Martins Pinheiro Conselheiro Independente

Marcos Martins Pinheiro, Conselhiero - O Sr. Pinheiro possui mestrado em Ciências Econômicas com ênfase em Organização Industrial e graduação em Ciências Econômicas pela PUC/RJ. Foi ganhador do 5º prêmio ANBIMA de Mercado de Capitais. Ingressou no Opportunity em 2011 como analista de empresas dos setores de energia elétrica e petróleo. Posteriormente, passou a participar também do comitê de gestão, onde atua até hoje. Foi professor auxiliar de análise de investimentos no programa de graduação em economia da PUC/RJ, membro do Conselho Fiscal da Companhia Energética de Pernambuco e atuou também como analista de risco de crédito do Itaú-Unibanco.

Tania Sztamfater Chocolat Conselheira Independente

Diretora Sênior da área de Direct Equity Investments para América Latina no Canada Pension Plan Investment Board desde Maio de 2017. Anteriormente, Tania foi responsável pela gestão de investimentos ilíquidos na Raiz Investimentos, e Diretora responsável por investimentos em Private Equity no Brasil pela Capital Group. Foi membro suplente do Conselho de Administração da STP (Sem Parar). Anteriormente, Tania ocupou diversas posições no banco Itaú e Unibanco, entre 2004 e 2013, nas áreas de Investment Banking, Private Banking e Equity Research. Foi Head da área de Solution Partners no Itau Private Bank, Diretora Executiva no Itaú BBA, Diretora, Head e Analista Sênior do setor de consumo e varejo da área de Equity Research do Unibanco, tendo também trabalhado na área de Investment Banking do Banco JP Morgan. Tania é graduada em Engenharia de Produção pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo.

Diretoria Executiva da Equatorial Energia

Os diretores são os representantes legais da Equatorial Energia, responsáveis, principalmente, pela administração cotidiana da Companhia e pela implementação das políticas e diretrizes gerais estabelecidas pelo Conselho de Administração.

De acordo com a Lei das Sociedades por Ações, cada membro da Diretoria deve ser residente no País, podendo ser acionista ou não. Além disso, até, no máximo, um terço dos cargos do Conselho de Administração poderão ser preenchidos por membros da Diretoria.

O Estatuto Social da Equatorial Energia estabelece que a Diretoria será composta de, no mínimo, 2 Diretores, sendo um Diretor-Presidente e um Diretor Financeiro, e os demais membros eleitos para compor a Diretoria não terão designação específica, todos com mandato de 3 anos, permitida a reeleição.

Composição atual da Diretoria Executiva

Última alteração na composição em 11 de junho de 2019.

Augusto Miranda da Paz Junior Diretor Presidente

Augusto Miranda da Paz Junior, Diretor - O Sr. Miranda é Diretor Presidente da Equatorial Energia desde novembro de 2015 e Diretor Presidente da CEMAR desde abril de 2010. De 2007 a 2010, foi Diretor Vice-Presidente de Operações e, anteriormente, foi Diretor de Engenharia da CEMAR desde julho de 2004. O Sr. Miranda é experiente executivo com mais de 20 anos no setor elétrico. Antes de ingressar na CEMAR, o Sr. Miranda exerceu diversos cargos nas áreas de gestão da manutenção do sistema elétrico na COELBA, sendo também representante da COELBA junto ao CCON. O Sr. Miranda é engenheiro eletricista formado pela Universidade Federal da Bahia, com especialização em Gestão de Manutenção promovida pela Eletrobrás em convênio com a PUC/RJ e a Escola Federal de Engenharia de Itajubá/MG e MBA em gestão de empresas de energia elétrica pela FGV/SP.

Eduardo Haiama Diretor Financeiro e de Relações com Investidores

Eduardo Haiama, Diretor Financeiro e de Relações com Investidores - O Sr. Haiama ingressou na Companhia em 2008, tendo trabalhado anteriormente no Banco UBS Pactual na área de pesquisa de renda variável como analista sênior do setor elétrico e de saneamento entre 2004 e 2008. Foi premiado nos últimos dois anos como uns dos melhores analistas pela Institutional Investor. Antes disso, trabalhou como analista de produtos estruturados para o banco ItaúBBA (ex- BBA Creditanstalt). Graduou-se pela Escola Politécnica da USP em engenharia elétrica e possui pós-graduação (MBA) pela Duke University.

Carla Ferreira Medrado Diretora

Carla Ferreira Medrado, Diretora - A Sra. Carla Medrado assumiu a Diretoria de Gente e Gestão da CEMAR em agosto de 2010 e da CELPA em janeiro de 2014, tendo atuado anteriormente como Gerente de Desenvolvimento de Gente na Cemar desde julho de 2008. Bacharel em Administração de Empresas com Habilitação em Comércio Exterior e Mestre em Gestão Empresarial pela UTAD em Portugal, com pós-graduação em Estratégia para a Competitividade Empresarial e Gestão de Pessoas pela FGV e Executive & Personal Coach formada pelo International Coaching Community (ICC). Carla tem mais de 20 anos de experiência em áreas administrativas, tendo atuado antes da CEMAR como Gerente de Recursos Humanos da Regional Norte da TIM Brasil de 2005 a 2008, e como Gerente Administrativo da COMPAR - Cia. Paraense de Refrigerantes, de 2000 a 2005 e ainda em outras corporações industriais como BASF, Cisper e Recofarma da Amazônia.

Leonardo da Silva Lucas Tavares de Lima Diretor

Leonardo da Silva Lucas Tavares de Lima, Diretor - O Sr. Leonardo foi eleito Diretor da CELPA em novembro de 2012, tendo também atuado como Diretor da CEMAR entre abril de 2011 e outubro de 2012. Anteriormente, foi Controller da CEMAR (função que ocupou de 2007 até abril de 2011) e Coordenador de Planejamento e Gestão (de 2005 a 2007). Antes de ingressar na CEMAR, Leonardo trabalhou na Telemar Norte Leste, ABN Amro, URB - Empresa de Urbanização do Recife e na Shell Brasil. Graduado em Engenharia Civil pela Universidade de Pernambuco, com pós-graduação em Gestão da Produção e MBA em Gestão de Negócios de Energia Elétrica, pela FGV.

Sérvio Túlio dos Santos Diretor

Sérvio Túlio dos Santos, Diretor Vice-Presidente de Operações - Formado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal da Paraíba (1986), com especialização em Tecnologia Digital pela Universidade Federal da Bahia; MBA em Gestão Empresarial pela FGV. Atuou em diversos níveis gerenciais nas Distribuidoras do Grupo Neoenergia: COELBA (1986/2001) e CELPE (2001/2005). Foi Diretor de Distribuição da CELPA, 2012/2013, distribuidora de energia sob controle comum à Companhia. Na CEMAR atuou nas Gerências: Técnica (2005/2006), Manutenção (2007/2008), Gestão do Programa Luz Para Todos no Maranhão (2008/2011), Expansão (2011/2012), Operação (2014/2015).

Tinn Freire Amado Diretor

Tinn Freire Amado, Diretor - O Sr. Freire Amado é Diretor de Assuntos Regulatórios desde julho de 2006. Antes de assumir suas funções na Equatorial Energia, o Sr. Tinn Amado trabalhou por três anos na ANEEL, como analista da Superintendência de Regulação dos Serviços de Distribuição. Foi sócio-consultor da Amado Consultoria promovendo treinamentos e assessoramento em assuntos relacionados à regulação econômica para diversos agentes do setor elétrico, dentre eles a CEMAR, CEB, CPFL, COELBA e ANEEL. Foi professor do módulo de regulação tarifária nos MBAs de Energia (CEFET-DF) e Regulação da Indústria de Energia (Unifacs-BA) e professor do módulo regulação do setor elétrico no curso de Especialização em Gestão de Ativos do Setor Elétrico (Unicamp). Também atuou por dois anos como especialista em regulação econômica da CPFL Energia, desenvolvendo modelos e premissas regulatórias para suportar a avaliação de novos negócios, bem como o planejamento estratégico e orçamentário do grupo. É engenheiro eletricista formado pela Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) e mestre em economia da regulação e defesa da concorrência pela Universidade de Brasília (UnB).

Humberto Luis Queiroz Nogueira Diretor

Humberto Luis Queiroz Nogueira, Diretor - O Sr. Nogueira foi eleito Diretor da CEMAR em agosto de 2016 e da Equatorial em agosto de 2017. Atuando no grupo Equatorial desde 2005, foi Gerente de Suprimento e Logística da Equatorial Energia, Gerente de Operações da Cemar e Gerente de Projeto SAP. Antes de ingressar no grupo, trabalhou na Oi/Telemar de 1987 a 2005. Humberto é graduado pela UNIFACS.

Conselho Fiscal da Equatorial Energia

O Conselho Fiscal da Equatorial Energia não é permanente. Seus principais poderes, deveres e funções são auditar e supervisionar as ações da administração e emitir opiniões sobre as demonstrações financeiras. De acordo com a Lei das Sociedades por Ações, o Conselho Fiscal é um órgão independente da administração e da auditoria externa das companhias. Suas principais atribuições são fiscalizar os atos dos administradores e examinar e opinar sobre as demonstrações financeiras do exercício social.

O Conselho Fiscal é instalado apenas nos exercícios em que for solicitado pelos acionistas de acordo com o disposto na Lei das Sociedades por Ações. Caso instalado, o Conselho Fiscal será integrado por 3 a 5 membros efetivos e igual número e suplentes, eleitos pela Assembleia Geral. Neste caso, os seus membros e suplentes, acionistas ou não, são eleitos pela Assembleia Geral que delibera sua instalação e fixa os honorários, respeitados os limites legais. Quando de seu funcionamento, o Conselho Fiscal tem as atribuições e os poderes conferidos por lei. O período de funcionamento do Conselho Fiscal termina na primeira Assembleia Geral Ordinária realizada após sua instalação.

Composição atual do Conselho Fiscal

Eleição realizada em 30 de abril de 2019.

Paulo Roberto Franceschi Conselheiro Fiscal Efetivo

Paulo Roberto Franceschi, Conselheiro Fiscal - o Sr Paulo Roberto é sócio da AUDICONTROL Auditoria e Controle, escritório de auditoria independente e consultoria nas áreas contábil e fiscal, desde 1995. Como Sócio sênior, tem como responsabilidade a condução estratégia do negócio, responsabilidade técnica dos trabalhos em conjunto com os demais sócios e a administração geral da empresa. Trabalhou em Auditoria Internacional por 18 anos antes de estabelecer a sociedade Audicontrol. Além disso, participa também do Conselho Fiscal da Bematech S.A. - sociedade de capital aberto - há 6 anos e do Conselho Econômico da Mitra Arquidiocese de Curitiba há 5 anos e do Conselho Executivo de uma empresa familiar há 9 anos. Participou também do Conselho Fiscal de uma sociedade de capital fechado com atuação no ramo químico para o exercício de 2008 e do Comitê de Auditoria, como órgão de assessoria ao Conselho de Administração, da Positivo Informática S.A. - sociedade de capital aberto, para os exercícios de 2007 e 2008. O Sr. Paulo Roberto cursou Ciências Econômicas pela FAE Business School e Ciências Contábeis pela Fundação de Estudos Sociais do Paraná.

Vanderlei Dominguez da Rosa Conselheiro Fiscal Efetivo

Vanderlei Dominguez da Rosa, Conselheiro Fiscal - O Sr. Dominguez é formado em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e em cursos de extensão em Mercado de Capitais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Contabilidade de Custos pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. É sócio-executivo da empresa HB Audit - Auditores Independentes S.S. e sua principal função é a de executar, revisar e supervisionar os trabalhos de auditoria independente e é o responsável técnico perante a Comissão de Valores Mobiliários - CVM. Atua como membro efetivo do Conselho Fiscal das empresas: Odontoprev S.A., Sanepar, Tecnisa S.A., Weg S.A.; e como membro suplente do conselho fiscal das empresas Marcopolo S.A., Padtec S.A., IdeiasNet S.A., Officer Distribuidora S.A.; Nos últimos 5 anos, atuou como membro do Conselho Fiscal das empresas Triunfo Participações e Investimentos S.A., Equatorial Energia S.A., Centrais Elétricas do Pará S.A. (estas duas últimas integrantes do grupo econômico do Emissor), OSX Brasil S.A., Tegma Gestão e Logística S.A., Multiplus S.A., MPX Energia S.A., Tupy S.A., Marisol S.A..

Saulo de Tarso Alves de Lara Conselheiro Fiscal Efetivo

Saulo de Tarso Alves de Lara, Conselheiro Fiscal - Saulo de Tarso Alves de Lara é graduado em Administração de Empresas (1979) pela Fundação Getúlio Vargas. Fez cursos de extensão no IMD - International Management Development (1984) onde obteve sua pós-graduação na área de Control and Finance. O Sr Lara iniciou sua carreira na Arthur Andersen permanecendo como auditor externo por dez anos. No período de 1987 até 1996 atuou no segmento da construção civil, em indústria cimenteira, responsável pela área de controle e controle corporativo das operações do Brasil e América do Sul. Em 1996, foi indicado para ser o CFO de empresa Americana, do ramo de embalagens. Em 1998, foi contratado como diretor de Planejamento e Controle da Cyrela Brazil Realty, permanecendo na companhia até 2010, quando assumiu o cargo de Diretor de Controladoria na PDG Realty. Desde 2013, é CFO da Greenwood Resource Brasil.

Claudia Luciana Ceccatto de Trotta Conselheira Fiscal Suplente

Claudia Luciana de Trotta, Conselheira Fiscal Suplente - A Sra. Trotta é formada em Direito pela Faculdade de Direito de Curitiba e especializada em Direito Societário pela Universidade Federal do Paraná. Atualmente, é sócia de Trotta, Ceccatto Advogados Associados, sociedade de advogados com atuação especializada nas áreas de Direito Societário, Empresarial, Investimentos Estrangeiros, Contratos Empresariais, Direito Administrativo e Concorrencial, Direito Ambiental, Direito Civil e Imobiliário, desde 2013. Também foi sócia, por 18 anos, do Escritório Augusto Prolik - Advogados Associados, atuando como advogada nas áreas de Direito Empresarial, Direito Societário, Contratos e Investimentos Estrangeiros. A Sra. Trotta também é membro da Comissão de Sociedades de Advogados da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção do Paraná, desde julho de 2013 e foi instrutora da Comissão de Seleção da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção do Paraná, de janeiro de 2005 a janeiro de 2007, responsável pela relatoria dos processos de arquivamento de constituição, alteração e demais atos societários das sociedades de advogados.

Ricardo Bertucci Conselheiro Fiscal Suplente

Ricardo Bertucci, Conselheiro Fiscal Suplente - O Sr. Bertucci é graduado em Ciências Contábeis pela UFPR - Universidade Federal do Paraná e pós-graduado em Controladoria pela FAE Business School. É sócio da Audicontrol - Auditoria e Controle desde 2011, sendo sócio sênior responsável pela condução da estratégia do negócio, responsabilidade técnica dos trabalhos em conjunto com os demais sócios.

Moacir Gibur Conselheiro Fiscal Suplente

Moacir Gibur, Conselheiro Fiscal Suplente - O Sr. Gibur é sócio da empresa Audicontrol Auditoria e Controle, escritório de auditoria independente e consultoria nas áreas contábil e fiscal desde 2001, tendo anteriormente trabalhado na Emilio Romani S.A. e na Russel Bedford Auditores Independentes. O Sr. Gibur foi membro titular do Conselho Fiscal da Siderquimica S.A..

 

Última atualização em

Close